mynews

LEIRIA_ANTIGA PRESIDENTE DA CÂMARA VAI PRESIDIR À CCDR CENTRO

A antiga presidente do município de Leiria Isabel Damasceno foi nomeada presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), em regime de substituição.

O despacho da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que ocupava o cargo de presidente da CCDRC antes de ir para o Governo, publicado na segunda-feira em Diário da República, refere que “a presente designação fundamenta-se na reconhecida aptidão, competência técnica e experiência e formação profissional da designada”.

Desde a saída da actual ministra Ana Abrunhosa que o cargo de presidente se encontrava vago, pelo que a legislação prevê “a possibilidade de os cargos dirigentes poderem ser exercidos em regime de substituição em caso de vacatura do lugar pelo período de noventa dias ou até à designação de novo titular”, através de um processo concursal.

Licenciada em Economia pela Universidade de Coimbra, Isabel Damasceno, de 63 anos, era desde Fevereiro de 2010 vogal executiva do
Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro.

Entre 1998-2009 esteve como presidente da Câmara Municipal de Leiria, eleita pelo PSD, e, entre 2002-2009, exerceu a vice-presidência do Conselho Directivo da ANMP – Associação Nacional de Municípios Portugueses.

2020-01-22

LEIRIA_CENTRO HOSPITALAR INVESTE NOS CUIDADOS PALIATIVOS E BLOCO OPERATÓRIO

O Centro Hospitalar de Leiria vai investir mais de um milhão de euros na construção da Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos, em Alcobaça, e na alteração do Bloco Operatório, em Leiria, anunciou hoje a instituição.

O plano de investimentos do Centro Hospitalar de Leiria, que integra os hospitais de Alcobaça, Leiria e Pombal, conta com um investimento de 5.2 milhões de euros para 2020, que serão alocados a um conjunto de obras nestas três unidades de saúde.

Na proposta, que hoje foi apresentada aos deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelo círculo de Leiria, está contemplada a construção da Unidade de Internamento de Cuidados Paliativos no Hospital de Alcobaça, com o valor de 606 mil euros.

No Hospital de Santo André (HSA), em Leiria, prevêem-se obras para a alteração do Bloco Operatório, num investimento de 464 mil euros para 2020, a que acresce o mesmo valor em 2021.

Nesta unidade de saúde estão projectadas ainda intervenções na reabilitação estrutural do Serviço de Medicina Física e de Reabilitação, estimadas em 474 mil euros (acresce 474 mil euros para 2021), a reorganização estrutural do Serviço de Pediatria, com um custo previsto de 369 mil euros, a remodelação e ampliação do Serviço de Urgência Geral, orçado em cerca de 336 mil euros (acresce 336 mil euros para 2021), a remodelação e ampliação do Hospital de Dia, com o valor de 252 mil euros e a a ampliação da Unidade de Ambulatório de Pneumologia, orçada em 217 mil euros.

No Hospital de Pombal está prevista a construção da Unidade de Internamento de Cuidados de Convalescença, num investimento de cerca de 400 mil euros (acresce 400 mil euros para 2021).

Ao nível da aquisição de equipamentos, o plano prevê o reforço de apetrechamento do Serviço de Imagiologia do HSA, com a compra de um angiógrafo, estimado em 861 mil euros, a aquisição de duas salas de raio-X, orçada em 307 mil euros (acresce 307 mil euros para 2021) e a aquisição de um ecógrafo, estimado em 98 mil euros.

Estão também contemplados a aquisição de equipamento médico-cirúrgico, orçado em 370 mil euros, a compra de equipamento informático, estimado em 100 mil euros, e de um Arco em C portátil com intensificador de imagem para o Bloco Operatório do HSA, com o valor de cerca de 100 mil euros.

“Congratulamo-nos com a inclusão do nosso plano de investimentos no Orçamento do Estado para 2020, o que nos permite intervir em várias áreas e unidades, de forma a podermos continuar a promover cuidados de saúde adequados e especializados aos utentes que nos procuram”, afirmou o presidente do Conselho de Administração (CA) do CHL, Licínio de Carvalho, numa nota enviada à Lusa.

Segundo o responsável, este financiamento vem “colmatar” muitas das “necessidades estruturais e físicas” do CHL, possibilitando “oferecer mais e melhores condições para continuar a prestar cuidados de qualidade”.

“É com muito entusiasmo que o CA irá desenvolver e garantir o exercício deste plano de investimentos que viabilizará a retoma do crescimento e da diferenciação do CHL, no seu conjunto: Leiria, Pombal e Alcobaça”, concluiu.

Os quatro deputados do PS visitaram hoje o HSA e reuniram com o CA do CHL para assinalar o plano de investimentos.

Raul Castro, um dos deputados do PS presentes, salientou a “importância da aplicação deste investimento na Saúde, e em especial, na área de influência do CHL, que agora pode continuar a crescer e a oferecer cuidados de saúde de excelência”, refere uma nota de imprensa.



2020-01-18

OURÉM_MUNICÍPIO LANÇA PROJETO-OURÉM MAIS BEBÉ

No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém, a autarquia promove agora o projeto “Ourém Mais Bebé” com o propósito de dar resposta às famílias cuja situação económica impossibilite o acesso a produtos de puericultura, refere o Município numa nota de imprensa.

Na dinâmica normal do Centro Comunitário de Voluntariado é comum receberem-se artigos de puericultura, nomeadamente carrinhos de bebé, ovos, cadeiras auto, muda fraldas, banheiras, cadeiras de refeição, espreguiçadeiras, esterilizadores, etc. Estes artigos apenas são usados durante um determinado período de tempo, logo, ao integrarem o projeto “Ourém Mais Bebé”, poderão ser cedidos a título de empréstimo a
famílias com carência económica, à semelhança do Banco de Ajudas Técnicas de Ourém já existente.

Este projeto e ainda segundo a nota de imprensa insere-se no âmbito das políticas de proximidade às famílias através de medidas concretas que permitam assegurar as necessidades de conforto e bem-estar das crianças, como é exemplo o programa de Apoio à Natalidade que em 2018 apoiou 188 famílias, num montante global de 121 490€.

O “Ourém Mais Bebé” destina-se a crianças dos 0 aos 3 anos que integrem agregados familiares em situação de vulnerabilidade socioeconómica e residência no concelho de Ourém. Com este projeto a Câmara Municipal pretende suprir as necessidades imediatas das crianças em situação de vulnerabilidade, potenciar o envolvimento de toda a comunidade e da rede de parceria interinstitucional no projeto e na identificação e encaminhamento de situações de carência, além de contribuir para uma maior eficácia da resposta social na melhoria das condições de vida dos
munícipes.

Podem candidatar-se aos apoios previstos no projeto “Ourém Mais Bebé” todas as pessoas/famílias que residam no concelho de Ourém e que se encontrem em pelo menos uma das seguintes situações: famílias beneficiárias do Rendimento Social de Inserção; famílias beneficiárias da Mercearia Solidária e/ou do Ponto de Partilha do Centro Comunitária de Voluntariado; famílias com menores que se encontrem no 1º escalão do Abono de Família; famílias com menores com processo ativo na CPCJ de Ourém, desde que a situação avaliada o justifique; famílias em que pelo menos um dos progenitores se encontre em situação de desemprego involuntário há pelo menos 3 meses; famílias monoparentais. O
pedido deverá ser submetido nas instalações da Câmara Municipal de Ourém, com o preenchimento do formulário disponível em www.ourem.pt e
a apresentação da documentação exigida no normativo do projeto “Ourém Mais Bebé”.

2020-01-14

SANTARÉM_URGÊNCIA DO HOSPITAL SEM ÁGUA QUENTE

O serviço de urgência do Hospital Distrital de Santarém (HDS) tem estado sem água quente nos últimos meses, mas a administração assegura que a reparação está agendada e que nenhum doente ficou privado dos cuidados de higiene.

Em resposta à Lusa, na sequência de denúncias de sinais de “exaustão” de auxiliares e enfermeiros deste serviço, por “já não suportarem ter de andar de trás para a frente com as cafeteiras elétricas” em que têm que aquecer a água para os cuidados de higiene aos doentes, o enfermeiro-diretor do HDS admite a existência do problema, tendo em conta que se trata de “uma estrutura antiga”, mas nega as dificuldades apontadas.

Sem adiantar há quanto tempo dura a avaria, João Formiga assegurou que a reparação “já está agendada, tendo sido condicionada pelas condições climatéricas”, e garantiu que “todos os doentes internados ou que tenham recorrido ao serviço de urgência, com necessidade de cuidados de higiene, fizeram-no, com recurso a água quente, nunca ficando essa situação
comprometida”.

A denúncia recebida pela Lusa, e confirmada por várias fontes hospitalares, afirma que o serviço de urgência do HDS está sem água quente “pelo menos há sete meses”, sendo que alguns dos profissionais contactados afirmaram que acontece “desde abril” de 2019, o que cria
constrangimentos, dado que o aquecimento tem sido feito com recurso a cafeteiras elétricas.

Por outro lado, algumas das fontes referiram que “chove” dentro das instalações das urgências, “nos corredores, gabinetes e triagem”, tendo que ser colocados baldes para amparar a água.

João Formiga adiantou que também esta situação tem agendada a reparação e que “nunca a segurança dos utentes ou dos profissionais foi comprometida devido a isso”.

“Todas as situações referenciadas foram monitorizadas e encaminhadas para resolução”, afirmou, acrescentando que diariamente procede a uma avaliação da situação naquele serviço, nunca lhe tendo sido relatado “nenhum caso de exaustão, pelo que esta situação não corresponde à
realidade”.

O enfermeiro-diretor salienta que “o cansaço dos profissionais é natural nesta altura do ano”, dado estar-se em Plano de Contingência, “tendo, contudo, sido reforçadas as equipas de enfermeiros e assistentes operacionais”.


2020-01-14

TOMAR_V ENCONTRO DO NÚCLEO HOSPITALAR DE APOIO À CRIANÇA E JOVENS EM RISCO

A Violência na Familia é o tema do V Encontro do Núcleo Hospitalar de Apoio à Criança e Jovens em Risco (NHACJR) do Centro Hospitalar do Médio Tejo, EPE.

Serão abordados vários temas como a Violência Doméstica e Alienação Parental, a Violência Infantil no seio da Família, a Intervenção Psicológica com Jovens Agressores e ainda a Violência em Crianças e Jovens e o que se passa no Distrito de Santarém.

Este V Encontro do Núcleo Hospitalar de Apoio à Criança e Jovens em Risco irá realizar-se no dia 24 de janeiro, no auditório da Unidade Hospitalar de Tomar.

2020-01-14

LEIRIA_MULHER MORTA COM ARMA BRANCA, SUSPEITO DETIDO APÓS SE DESPISTAR EM POMBAL

Uma mulher com cerca de 35 anos foi morta ontem no centro de Leiria, tendo o suspeito sido detido após se despistar no Itinerário Complementar 2 (IC2), em Pombal, disseram à Lusa várias fontes policiais.
A mulher terá sido morta por uma arma branca.

Fonte da GNR adiantou à Lusa que esta força policial foi contactada pela PSP de que o suspeito estaria a dirigir-se para Pombal, tendo o Destacamento de Trânsito de Leiria “feito o percurso pelo IC2, sentido sul-norte”.

“O suspeito foi encontrado após se ter despistado na viatura que conduzia e foi detido ao quilómetro 144,5, na zona de Travasso, Pombal”, referiu a mesma fonte, esclarecendo que o suspeito não apresentava ferimentos nem ofereceu resistência no momento da detenção.

O suspeito tem 35 anos e é estrangeiro, acrescentou a mesma fonte.

Estiveram no local do crime, avenida cidade de Maringá, cujo alerta foi dado pelas 21:00, os bombeiros municipais, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) e a unidade de psicólogos do INEM, num total de nove elementos e quatro viaturas, segundo do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria.

Ao local deslocaram-se ainda PSP e Polícia Judiciária.


2019-12-28

LEIRIA_HOSPITAL APELA AOS UTENTES PARA USAREM SERVIÇO APENAS EM CASO DE URGÊNCIA

O Centro Hospitalar de Leiria lançou hoje um apelo à população para que recorra aos serviços de Urgência apenas nos casos mais graves, por forma a evitar o excesso de utentes.

Numa nota enviada à Lusa, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) reforça o apelo para que os utentes recorram aos Cuidados de Saúde Primários e só se desloquem à Urgência em “casos urgentes”.

O CHL informa que, “para dar resposta efectiva aos utentes que necessitam de cuidados de saúde, durante a época natalícia serão alargados os horários nos dias 31 de Dezembro e no dia 1 de Janeiro” nos centros de saúde Dr. Gorjão Henriques e Dr. Arnaldo Sampaio, em Leiria, entre as 09:00 e as 13:00.

No centro de saúde de Porto de Mós, a consulta aberta funciona entre as 08:00 e as 14:00 e o Serviço de Atendimento Permanente da Marinha Grande estará disponível 24 horas.

“O CHL e o ACES [Agrupamento de Centros de Saúde] Pinhal Litoral estão empenhados em aplicar medidas extraordinárias para assegurar a resposta aos utentes neste período gripal, que gera uma grande afluência às urgências hospitalares”, refere uma nota do hospital.

Segundo o CHL, a Administração Regional de Saúde do Centro “implementou, no final de Outubro, um plano de reforço para dar resposta à epidemia da gripe, que
preconiza a alteração e cancelamento de consultas para prestar cuidados imediatos aos utentes em situações de doença aguda, consoante o número pré-definido de casos de gripe, bem como o alargamento dos horários de funcionamento dos cuidados de saúde primários”.

Os utentes não urgentes têm ainda disponível a linha saúde SNS 24 (808 24 24 24), que poderá “esclarecer as dúvidas” e encaminhar os doentes, caso seja necessário, para o serviço mais indicado.

Caso haja essa necessidade de serem encaminhados para o hospital, estes utentes terão prioridade de atendimento, dentro do seu grau de urgência, e estarão isentos de taxas moderadoras, esclarece ainda o CHL.

O hospital aproveita para deixar conselhos para prevenção das infecções respiratórias: “Além da vacinação contra a gripe, são essenciais a higiene das mãos, a etiqueta respiratória (tossir ou espirrar para um lenço descartável ou para o antebraço) e no caso de estar infectado aconselha-se o distanciamento social”.

LUSA

2019-12-28

FÁTIMA_FÁTIMA VAI ACOLHER O V ENCONTRO DE INVESTIDORES DA DIÁSPORA

O Município de Ourém vai receber, entre 9 e 12 de dezembro de 2020, o V Encontro de Investidores da Diáspora. O Encontro vai decorrer no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, e desde a sua primeira edição tem contado com a participação de inúmeros investidores e empreendedores portugueses espalhados pelo mundo, além da presença de membros do Governo, deputados à Assembleia da República, autarcas, responsáveis de entidades públicas, representantes de empresas, de câmaras de comércio e do associativismo das comunidades portuguesas.

A informação foi confirmada pela Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, à margem do Encontro de Investidores da Diáspora de 2019, que decorreu em Viseu e contou com participação do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Natálio Reis. Antes, já uma reunião ocorrida a 29 de novembro em Lisboa com a presença da
Secretária de Estado, do Presidente da Câmara Municipal Luís Miguel Albuquerque, do Vice-Presidente Natálio Reis e do Secretário executivo da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, Vítor Pombeiro, teve como objetivo definir os pormenores do evento, entre outros assuntos.

O V Encontro de Investidores da Diáspora vai ter organização conjunta do Município de Ourém, da CIM do Médio Tejo e da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas e

assume grande relevância pelo potencial de contactos que proporciona junto das comunidades portuguesas, mas também pela grande notoriedade e visibilidade que vai conceder ao concelho de Ourém e a toda a região do Médio Tejo. Estes encontros reúnem centenas de empreendedores e visam disponibilizar aos empresários portugueses, no estrangeiro, o acesso a informação sobre as políticas públicas de apoio ao investimento existentes em Portugal e facilitar a criação de redes de contacto e de parcerias com os empresários que aqui exercem a sua atividade. O V Encontro de Investidores da Diáspora constitui um palco de excelência para o debate e troca de experiências, o que poderá potenciar a captação de novos investimentos para a região.

2019-12-28

FREIXIANDA_CAMPANHA DE ANGARIAÇÃO DE FUNDOS PARA OS BOMBEIROS

Este final de ano em vez do habitual calendário a Liga de Amigos da Secção de Bombeiros de Freixianda vai colocar há venda miniaturas de tijolos para ajudar a custear as obras de requalificação do quartel dos Bombeiros Voluntários de Ourém - 3ª Companhia - Secção de Freixianda que estarão concluídas no inicio de 2020.

Estes exemplares terão um custo mínimo de 2 euros e poderão ser encontrados nalguns estabelecimentos comerciais , no quartel de bombeiros em Freixianda e nalgumas saídas das missas. Podem ainda ser feitas encomendas através do email: ligaamigosbfreixianda@gmail.com.

Nesta primeira fase foram feitos 1000 exemplares que serão reforçados sempre que se justificar.

Paralelamente a LASBF tem em andamento uma campanha de angariação de fundos com o mesmo objectivo.

Os donativos podem ser efectuados directamente no quartel ou através de transferência ou deposito para a seguinte conta bancária:

Iban: PT50 5180 0014 00000720678 54
CAIXA DE CRÉDITO DE LEIRIA


2019-12-28

MÉDIO TEJO_O CENTRO HOSPITALAR É A PRIMEIRA ENTIDADE HOSPITALAR DO PAÍS A CERTIFICAR UMA UNIDADE DE HOSPITALIZAÇÃO DOMICILIÁRIA

O Centro Hospitalar do Médio Tejo é a primeira entidade hospitalar do país a Certificar uma Unidade de Hospitalização Domiciliária.

A Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) recebeu, no dia 13 de dezembro, a certificação pela norma ISO 9001:2015.
Uma Certificação que acontece ainda antes de esta Unidade celebrar o primeiro ano de existência, que se completará no próximo dia 19 de Dezembro. Este processo de certificação, agora concluído, torna o Centro Hospitalar do Médio Tejo, EPE, na primeira entidade Hospitalar do
país a certificar uma Unidade de Hospitalização Domiciliária.

O âmbito desta Certificação incidiu sobre a admissão e transferência de doentes para a UHD e Internamento na UHD.
Este processo de Certificação iniciado em Maio deste ano, e cujo término aconteceu no corrente mês de dezembro, terá revisão anual, por forma a garantir a continuidade das condições de qualidade e de procedimentos validados pela norma ISO 9001:2015.

Segundo o Centro hospitala do Médi Tejo, os objetivos desta Certificação passaram por estabelecer critérios de qualidade e satisfação de clientes internos e externos definindo todos os procedimentos da Unidade, tendo por base as Norma da Direção Geral de Saúde e a Missão do
CHMT; garantir a qualidade nos processos certificados, com a monitorização contínua do Processo; implementar medidas de melhoria contínua dos processos tendo em consideração os objetivos e indicadores monitorizados e realizar benchmarking e atualizar os procedimentos de forma a garantir os melhores resultados.

As vantagens deste processo de Certificação incidem sobre a uniformização de procedimentos tendo por base a legis artis, no âmbito da Hospitalização Domiciliária; a reflexão sistemática da equipa multidisciplinar sobre os resultados obtidos e procura de soluções de forma a garantir a melhoria contínua dos processos o que melhorou o relacionamento da mesma; a relação com outros Departamentos do CHMT (Logística, Farmácia; Patologia Clinica) de forma a uniformizar processos que são transversais na Instituição; e formação contínua e ações de sensibilização internas e externas para divulgação da Hospitalização Domiciliária ainda recente em Portugal, refere o centro hospitalar num,a nota de imprensa.

Este projeto do CHMT, EPE, resultou do trabalho em equipa entre a Unidade de Hospitalização Domiciliária e o Serviço de Gestão da Qualidade e junta esta nova certificação a um grupo de outros Serviços Assistenciais do Centro Hospitalar do Médio Tejo, EPE, como são exemplo o
Serviço de Pneumologia, a Unidade de Diabetes e Obesidade e a Rede de água do Serviço de Instalações e Equipamentos, todos certificados durante o ano de 2018.

Já antes outros Serviços do CHMT estavam certificados como são os casos, a título de exemplo, do Serviço de Nefrologia, do Serviço de Imuno-hemoterapia, da Central de Esterilização, dos Cuidados Intensivos (UCIP), do Serviço de Obstetrícia, dos Cuidados Paliativos, do Serviço de Psiquiatria, do Serviço de Pediatria – Cuidados Neonatais, da VMER, da SIV e do Serviço de Patologia Clínica.

O conjunto dos Serviços Assistenciais certificados no CHMT, EPE, torna esta Instituição hospitalar numa das principais do Serviço Nacional de Saúde com maior número de Serviços Assistenciais certificados.

Com uma equipa de 65 auditores internos, o Centro Hospitalar do Médio Tejo, EPE encontra-se no grupo dos hospitais do SNS, com maior número de Serviços Certificados e que têm mantido essas certificações, após as revisões anuais dos respetivos processos de Certificação.



2019-12-18

OURÉM_REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM – 16 DE DEZEMBRO

O salão Nobre do Edifício-sede do Município de Ourém acolheu esta segunda-feira, dia 16 de dezembro, mais uma reunião ordinária da Câmara
Municipal de Ourém.

No período antes da ordem do dia, o Presidente Luís Miguel Albuquerque apresentou duas declarações e em primeiro lugar enalteceu o facto do Posto Territorial de Fátima da Guarda Nacional Republicana ser um dos dois primeiros postos a nível nacional com certificação de sistemas de gestão de qualidade referente à norma ISO9001:2015, seguindo-se um balanço da iniciativa camarária “Ouvir Ourém e os Oureenses” que ao longo de 2019 percorreu todas as freguesias do concelho, num contacto direto com Juntas de Freguesia, empresas, associações e munícipes que resultou num evidente sucesso.

Já no período da ordem do dia, entre vários assuntos de gestão corrente, foi aprovada uma proposta de normas para empréstimo de equipamentos municipais a associações e IPSS’s concelhias. SSeguidamente foram aprovados, por unanimidade, diversos protocolos de apoio, nomeadamente com a ANACOM (acordo de colaboração no processo de implementação do 5G em Portugal que decorrerá em 2020) em que se compromete colaborar na divulgação de informação e no apoio à população sobre o processo de alteração da rede de TDT (Televisão Digital Terrestre).
O processo de alteração faseada dos emissores que compõem a rede de TDT vai decorrer entre janeiro e junho de 2020 e vai implicar nova sintonização dos televisores, processo que apesar de simples deverá contar com a colaboração dos municípios no apoio às populações,
nomeadamente por via da transmissão de informação. Neste contexto, o Município de Ourém compromete-se em disponibilizar instalações e os meios adequados para a organização de sessões informativas sobre o processo de alteração da rede de TDT e deverá ainda fornecer os dados
e suportes facultados pela ANACOM aos munícipes, através dos seus canais de informação. O Município, em colaboração com a ANACOM, ficará responsável por prestar todo o apoio necessário aos munícipes que o solicitem, incluindo a deslocação de técnicos que promovam
tecnicamente a sintonização dos televisores, se tal for necessário; com o Clube Atlético Ouriense no âmbito do projeto de execução de melhoria da eficiência energética do Complexo Desportivo da Caridade; com a Associação Recreativa Bernardense para proceder à requalificação da Escola do 1º Ciclo do Casalinho, atual sede da associação; com a Universidade Sénior de Ourém consignado ao investimento a realizar para melhoria da climatização dos espaços da associação; com a Fábrica da Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Piedade no âmbito da utilização do Centro Paroquial de Ourém e remodelação da cobertura do imóvel e, por fim, com a Cisnes e Poetas – Associação de Dança para a necessária requalificação das instalações da instituição.

A reunião permitiu também aprovar a cessação do protocolo de cedência dos espaços “Ucharia do Conde” e “Escola Primária” da Vila Medieval de Ourém à ADIRN – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte e ratificar a proposta de criação do projeto “Ourém Mais Bebé”, iniciativa do Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém que pretende reutilizar e disponibilizar artigos de puericultura às famílias mais carenciadas do concelho. Seguiu-se a confirmação, após período de consulta pública, do projeto de alteração ao regulamento das zonas e parques de estacionamento tarifado que seguirá para apreciação da Assembleia Municipal de Ourém e a aprovação dos projetos de execução das redes de drenagens de águas residuais na Freguesia de Urqueira e no Bairro, Freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias. Por último, foi aprovado o projeto de execução referente à beneficiação da E.M. 559 e do C.M. 1058 entre Fátima e Ortiga e a construção da ecovia prevista, além da ratificação dos projetos de arquitetura e especialidades com vista à requalificação urbana das ruas Dr. Neves Eliseu e Dr. Francisco Sá Carneiro, em Ourém.

2019-12-18

OURÉM_CÂMARA MUNICIPAL INICIA PROCEDIMENTO PARA CRIAÇÃO DE ZONA INDUSTRIAL DE FREIXIANDA

A Câmara Municipal de Ourém aprovou na reunião de Câmara de 18 de novembro o início do procedimento para a constituição da futura Zona Industrial de Freixianda.

Com esta deliberação, aprovada por maioria com a abstenção dos vereadores da oposição, o Município está finalmente em condições de encetar a aquisição dos terrenos necessários para a nova zona industrial, num investimento de
sensivelmente 647 mil euros.

O Executivo Camarário assume como uma das suas principais prioridades o apoio ao tecido empresarial, assim como a implementação de novas zonas industriais no concelho. Neste sentido, em colaboração com o Presidente da Junta da União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, foi possível chegar a acordo com todos os proprietários dos terrenos definidos para a primeira fase desta zona industrial (167 400 m2), estando o Município apto para iniciar a assinatura dos acordos ou contratos de aquisição.

A futura Zona Industrial de Freixianda, juntamente com o trabalho desenvolvido pelo Município na promoção da Zona Industrial de Casal dos Frades – Ourém e Zona Industrial de Chã – Caxarias, constitui mais um projeto capaz de atrair investimentos e fundamental para a fixação de mais pessoas no concelho de Ourém, refere o Município numa nota de imprensa.



2019-11-21

LEIRIA_RENOVADO WELCOME CENTER ABRIU AO PÚBLICO

A cidade de Leiria conta agora com instalações renovadas de atendimento aos turistas. O Welcome Center de Leiria, situado no Edifício Turismo Centro de Portugal, no Jardim Luís de Camões, foi inaugurado depois de uma intervenção profunda de que foi alvo desde agosto. O resultado final resultou num posto de informação turística contemporâneo e dotado de condições de acessibilidade física e comunicacional para todos os turistas que a ele se desloquem, garantindo um acolhimento inclusivo, refere o Turismo centro de Portugal numa nota de imprensa.

Na cerimónia de inauguração, Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, destacou que esta foi uma
requalificação que se "justificava". "A primeira impressão que os visitantes têm de um lugar é a que mais marca. Um espaço que está aberto ao público, como este, tem de ter uma estrutura física moderna, bonita, acolhedora e contemporânea. A Turismo Centro de Portugal, que foi considerada recentemente a melhor região turística nacional pelo júri dos prémios Publituris, necessita de apresentar espaços condignos para se poder afirmar, ainda mais, como destino apelativo e atrativo para os turistas que a visitam", justificou.

"Durante muitos anos, esta região recebia visitantes de dois ou três países internacionais de origem. Hoje, chegam-nos visitantes de todo o mundo. Queremos continuar este trabalho de captação de fluxos de turistas internacionais e para isso precisamos de mostrar espaços apelativos", acescentou.

Também presente no evento, Gonçalo Lopes, presidente da Câmara Municipal de Leiria, enalteceu a grade mudança que o
Turismo regista no país e na região. "É impressionante verificar que Portugal se tranformou, em pouco tempo, numa referência a nível do Turismo, já não apenas nos destinos mais populares, como também em regiões como o Centro de Portugal. Leiria, e os territórios envolventes, tem uma diversidade de oferta como poucas: a maior onda do mundo, três sítios Património da Humanidade da UNESCO, o Altar do Mundo, qualidade urbana, uma rede de castelos única... O Turismo é um setor cada vez mais forte desta região", frisou.

Na ocasião, foi descerrada uma placa alusiva ao momento. Paralelamente, foi inaugurada a exposição “Criança com Direitos... Mundo sem Defeitos!”, organizada pelo Jardim-Escola João de Deus de Leiria e que estará patente até dia 30 de novembro.

Crianças deste jardim-escola abrilhantaram a cerimónia, com uma atuação do seu coro.

Além do renovado Welcome Center de Leiria, o Edifício Turismo Centro de Portugal acolhe também a delegação de Leiria-Fátima da AHRESP - Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal e uma delegação da CPFC - Centro Portugal Film Commission, numa estratégia de parcerias com entidades relevantes para a atividade turística na região.


2019-11-12

OURÉM_VIOLÊNCIA DOMÉSTI OURÉM_VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: REFLEXÕES TEÓRICAS E IMPLICAÇÕES PRÁTICASCA: REFLEXÕES TEÓRICAS E IMPLICAÇÕES PRÁTICAS

No âmbito das atividades desenvolvidas pelo Núcleo de Apoio à Vítima de Ourém será assinalado o Dia Internacional pela
Eliminação da Violência Contra as Mulheres, no dia 25 de novembro 2019, das 9h00 às 13h00, no Auditório do Edifício-sede do Município de Ourém, através de uma conferência alusiva ao tema “Violência Doméstica – Reflexões Teóricas e Implicações Práticas”. A organização será realizada em parceria com a CPCJ de Ourém.

Esta iniciativa visa sensibilizar e disseminar informação sobre a problemática violência doméstica, bem como explicitar procedimentos práticos a profissionais das diversas áreas que atuam no terreno.


2019-11-12

ALVAIÁZALVAIÁZERE_CÂMARA LANÇA EMPREITADA DA ÁREA EMPRESARIAL DO REGO DA MURTAERE_CÂMARA LANÇA EMPREITADA DA ÁREA EMPRESARIAL DO REGO DA MURTA

A Câmara Municipal, aprovou por unanimidade a abertura do concurso público para a construção da Área Empresarial do Rego da Murta, pelo preço base de € 1 795 932,07 (valor já com IVA).

A empreitada terá a duração de oito meses e prevê a criação e infraestruturação de 48 lotes modelares, admitindo-se que possam ser agregados em função das necessidades das empresas a instalar, numa área de intervenção superior a 12 ha.

A obra em causa será parcialmente financiada por fundos comunitários, tendo o projeto sido admitido por parte da entidade gestora dos fundos do Programa Operacional da Região Centro.

A expectativa do executivo Municipal é a de que a obra possa iniciar-se no primeiro semestre do próximo ano, decorridos os
previsivelmente morosos procedimentos inerentes à contratação pública e a análise do Tribunal de Contas.

Numa nota de imprensa o Município explica que, a execução da Área Empresarial do Rego da Murta constitui um eixo importante da estratégia de desenvolvimento empresarial do concelho que está a ser dinamizada pelo executivo liderado por Célia Marques, e que inclui outras medidas já em vigor, como a incubação de empresas, o financiamento de projetos de empreendedorismo ou a
isenção de taxas para a atividade empresarial, que, no conjunto, integram o denominado programa “Alvaiázere+”.

2019-11-12

OURÉM_PARQUE DE ESTACIONAMENTO SUBTERRÂNEO DO MUNICÍPIO COM TARIFÁRIO MAIS ATRATIVO

O Executivo Camarário apresentou uma proposta de atualização do tarifário do Parque de Estacionamento Subterrâneo do Edifício-sede do Município de Ourém na reunião da Câmara Municipal de 21 de outubro. Esta proposta, aprovada por unanimidade, define uma redução dos valores a pagar pela generalidade das avenças existentes, além da criação de uma avença específica e destinada aos
comerciantes e respetivos funcionários instalados na cidade de Ourém.

Numa nota de imprensa o Município dá conta dessas alterações, assim o tarifário para utilizadores ocasionais mantém-se com a gratuitidade dos primeiros 30 minutos de utilização, as duas primeiras horas a 0,60€/hora e as restantes a 0,80€/hora até um máximo de 5€ por dia. As alterações refletem-se na redução dos valores das avenças base, nomeadamente a avença de 24 horas que passa de 40€ para 35€ mensais, a avença diurna (utilização do parque nos dias úteis das 08h00 às 22h00 e aos sábados das 08h00 às 18h00) que passa de 25€ para 20€ mensais e a avença noturna (utilização do parque nos dias úteis das 18h00 às 09h00 e aos sábados, domingos e feriados durante 24 horas) que segue a mesma linha de redução de preços, passando a custar 15€ mensais. Além das reduções apontadas, o Executivo Camarário determinou a criação de uma avença que dê resposta às necessidades dos comerciantes e seus funcionários, assim como aos trabalhadores de serviços públicos existentes na cidade de Ourém. Aqui os preços a praticar serão de 30€ mensais para a aquisição de uma avença de 24 horas e de 15€ mensais para uma avença diurna.

Com esta medida, o Município pretende a redução de veículos no estacionamento público de superfície, muitas vezes utilizado por este público alvo que necessita de estacionamento por longos períodos de tempo. A atualização do tarifário prevê ainda a manutenção da
avença destinada a funcionários da Câmara Municipal de Ourém e a eliminação das avenças de eventos e de grupos, por desadequação à realidade atual.

O novo tarifário do Parque de Estacionamento Subterrâneo do Edifício-sede do Município de Ourém pretende assim atrair cada vez mais utilizadores e conseguir uma redução e maior rotatividade dos veículos cujos utilizadores optam pelo estacionamento público de
superfície existente na cidade de Ourém, refere o Município.

Para mais informações sobre a subscrição de avenças para utilização do Parque de Estacionamento Subterrâneo deverá dirigir-se ao Edifício-sede do Município de Ourém.


2019-10-26

OURÉM_MUNICÍPIO DE OURÉM ASSOCIA-SE A FESTIVAL LITERÁRIO DE FÁTIMA “TABULA RASA”

Decorreu esta semana, a assinatura do protocolo de colaboração que determina o apoio que a Câmara Municipal de Ourém vai disponibilizar para a realização da terceira edição do Festival Literário de Fátima “Tabula Rasa”. O protocolo contempla um apoio financeiro até ao valor de 15 mil euros e foi assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Fátima, Humberto Silva.

O 3º “Tabula Rasa” realiza-se entre 28 e 30 de novembro, em Fátima, com o tema “A Literatura e o Jornalista” e, entre outros pontos de interesse, vai distinguir o escritor e jornalista Fernando Dacosta com o “Grande Prémio Tabula Rasa Vida e Obra”, galardão entregue a Eduardo Lourenço e Pinharanda Gomes em edições anteriores. Esta iniciativa tem organização do Movimento Internacional Lusófono, com o patrocínio da Junta de Freguesia de Fátima e apoio da Câmara Municipal de Ourém.


2019-10-26

OURÉM_MUNICÍPIO DE OURÉM APROVA APOIO PARA ARRANJOS EXTERIORES NA CASA MORTUÁRIA DE OLIVA

A Câmara Municipal de Ourém aprovou, na reunião de Câmara de 21 de outubro, uma proposta de protocolo a celebrar com a União de Freguesias de Gondemaria e Olival para realização de arranjos exteriores na Casa Mortuária de Olival. O protocolo prevê um apoio financeiro na ordem dos 72 mil euros, o correspondente a 85% do valor total previsto a realizar, e será agora submetido a apreciação da Assembleia Municipal de Ourém.

O projeto de arranjos exteriores da Casa Mortuária de Olival apresentado pela União de Freguesias de Gondemaria e Olival, contempla a execução de um arruamento envolvente ao edifício, a criação de lugares de estacionamento, passeios, passadeiras, áreas verdes e rede de iluminação pública. Com este protocolo de colaboração o Município de Ourém cumpre o desígnio de dignificar os cemitérios e casas mortuárias concelhias, à semelhança de outros processos já concretizados pelo atual Executivo Camarário.


2019-10-26

LEIRIA_FEDERAÇÃO DE TAUROMAQUIA ACUSA CANDIDATURA LEIRIA A CAPITAL DA CULTURA DE CENSURA

A recomendação do conselho estratégico da Rede Cultura Leiria 2027 para que sejam evitadas na programação transversal do projecto actividades de tradição tauromáquica é “censura cultural inadmissível”, defendeu hoje a PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia.

Em comunicado, a PróToiro considera a recomendação do conselho estratégico da candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura “um ato de censura”, que revela “uma cobardia e um servilismo surpreendentes e inaceitáveis num país livre, democrático e respeitador dos valores da diversidade e da liberdade”.

O conselho estratégico da Rede 2027 “comete uma censura cultural inadmissível”, devendo o seu posicionamento sobre a matéria tauromáquica ser “amplamente repudiado”, frisa a federação.

A recomendação da Rede Cultura 2027, divulgada no dia 15, não interfere com a programação específica dos 26 municípios que integram a candidatura, mas pede que actividades tauromáquicas não integrem a programação transversal do projecto, considerando que as mesmas são “rejeitadas por parte significativa da opinião pública” e merecem “viva condenação por parte de organizações cívicas e de defesa dos direitos dos animais”.

Para a PróToiro, esta posição “renega parte da cultura portuguesa”, devidamente “regulada e tutelada pelo Ministério da Cultura”, por “medo do barulho e das críticas de que pode ser alvo por parte de uma minoria ruidosa nas redes sociais”.

A federação considera que o conselho estratégico da candidatura de Leiria “ignora que a tauromaquia portuguesa é uma parte única no mundo” e “pilar fundamental nos desenvolvimentos social, económico e cultural”.

“Esta visão medrosa e acanhada contrasta, aliás, com o que outras cidades candidatas à Capital Europeia da Cultura estão, neste momento, a fazer”, defende a PróToiro no comunicado, lembrando que a Eslovénia, cuja capital Liubliana será Capital Europeia da Cultura em 2025, “promove este ano um dos maiores festivais de fotografia da Europa, para o qual o Grupo de Forcados de Coruche será o embaixador oficial do evento”.

LUSA

2019-10-23

LEIRIA_MUNICÍPIO PLANTA 20.000 ÁRVORES NA MATA NACIONAL DO URSO

O Município de Leiria vai plantar em Novembro 20 mil árvores na Mata Nacional do Urso, num talhão de 16,8 hectares na envolvente da Lagoa da Ervedeira, anunciou hoje a Câmara.

Estão previstas duas acções de plantação de 20 mil árvores na Mata Nacional do Urso, nos dias 16 e 23 de Novembro, que contam com o apoio de diversas instituições, nomeadamente a Páginas de Música – Associação de Solidariedade e Apoio Social, que colabora na preparação do terreno nos 16,8 hectares a reflorestar nos dois dias, num investimento de 19 mil euros.

O Movimento Terra de Esperança – Fundação Galp, vai doar plantas e organiza acção de voluntariado no dia 16, enquanto a EDP Distribuição será responsável pela oferta das árvores no dia 23.

Segundo a nota da Câmara de Leiria, liderada por Gonçalo Lopes, as espécies a plantar no talhão são o pinheiro-bravo e o pinheiro-manso, tendo o plano de arborização sido desenvolvido pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

A vereadora do Ambiente na Câmara Municipal de Leiria, Ana Esperança, citada no comunicado, apela à participação da população nestas iniciativas, que “contribuem para o renascimento da mata nacional, um dos mais importantes elementos da identidade colectiva”.

“Depois do trágico incêndio quase ter destruído por completo o nosso pinhal, este é o momento para nos juntarmos e mostrarmos uma vez mais o grande espírito de união que caracteriza a nossa região”, salientou Ana Esperança.

A vereadora considerou que só é possível ter sucesso “neste esforço de regeneração da mata nacional” se houver união “em torno desta causa”.

Destacando o desejo de continuar a desenvolver esforços para que outras acções de reflorestação tenham lugar no futuro, Ana Esperança afirmou que “este é um caminho que demorará tempo a ser percorrido”.


2019-10-23