mynews

FÁTIMA_ROTA CARMELITA LIGA COIMBRA A FÁTIMA NUM TRAÇADO FORA DA ESTRADA

A Rota Carmelita, recentemente lançada, ligará o Carmelo de Santa Teresa, espaço em Coimbra onde viveu a irmã Lúcia, a Fátima, num percurso de 111 quilómetros maioritariamente feito pela Natureza e longe de estradas nacionais.

O projecto, que contou com um investimento de 200 mil euros, passa pelos concelhos de Coimbra, Condeixa-a-Nova, Penela, Ansião, Alvaiázere e Ourém, conjugando a espiritualidade com um convite à descoberta do património paisagístico, natural e cultural da região.

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, presente na cerimónia, salientou que Fátima tem um poder de atracção de públicos internacionais cada vez maior, sendo que os caminhos e rotas são “instrumentos cada vez mais importantes para levar as pessoas a conhecerem o território”.

“Através destes caminhos, conseguimos que as pessoas conheçam os recursos culturais, naturais e patrimoniais, aproveitando também a notoriedade que Fátima tem”, vincou, considerando que o projecto ganha também por ajudar a desconcentrar a procura turística no país.

Apesar de estar associada a Fátima, a Rota Carmelita não tem apenas como foco o turismo religioso ou espiritual, querendo também atrair pessoas que fazem o caminho por “mera fruição” das actividades ao ar livre, explicou a secretária de Estado.

A proposta para percorrer a Rota Carmelita passa por um percurso dividido em seis etapas, contando também com algumas variantes.

Pelo caminho, o visitante pode passar pelas ruínas romanas de Conímbriga, pela vila romana do Rabaçal (Penela), pelo Complexo Monumental de Santiago da
Guarda (Ansião) ou pela Vila Medieval de Ourém.

LUSA


2019-06-20

LEIRIA_LICINIO CARVALHO NOVO PRESIDENTE DO CENTRO HOSPITALAR DE LEIRIA

O Governo nomeou Licínio Oliveira de Carvalho para o cargo de presidente do Centro Hospitalar de Leiria.

Licínio Carvalho já integrava o Conselho de Administração do CHL e assumiu algumas das competências do presidente de forma interina quando o ex-líder, Hélder Roque, apresentou a sua demissão.

Depois de ter pedido a demissão, no final de Fevereiro, o administrador entendeu renunciar ao cargo, uma vez que a tutela tardava em dar uma resposta à sua decisão inicial. O mandato de Hélder Roque terminou no dia 31 de Maio.

Logo após a sua demissão, Hélder Roque anunciou que tomou a decisão de “subdelegar” as competências “nos vogais do CA, que continuam a trabalhar para assegurar o funcionamento corrente do CHL”.

A demissão de Hélder Roque foi um “protesto” contra a falta de recursos. Na carta que enviou à ministra da Saúde, Marta Temido, a que a Lusa teve acesso, o então presidente salientou que a saída do CHL, “enquanto protesto, é o melhor contributo” que pode prestar à “continuação do sonho”: “Reforçar a dimensão do CHL como instituição de referência regional, sustentando-o em meios humanos e equipamento”.

Hélder Roque recordou que se bateu “incessantemente pela obtenção de mais meios” para o CHL.“Os que lhe são indispensáveis a, pelo menos, sustentar-se equilibradamente na sua actual dimensão e continuar a sonhar com a melhoria da prestação de cuidados de saúde à população. Por duas vezes, ao longo deste percurso, solicitei a minha saída. Por duas vezes me deram expectativas quanto à resolução de diversos dos problemas do CHL. Por duas vezes recuei expectante”, acrescentou.

Hélder Roque destacou que a tutela “não foi parca em elogios ao trabalho” realizado, mas “foi parca em meios”, sobretudo depois da entrada do concelho de Ourém, no distrito de Santarém, na área de influência do CHL.

“Não há condições para colmatar as necessidades mínimas em pessoal, não há meios para investimento. As medidas de contenção acabam por só permitir a

libertação de meios para que os mais gastadores paguem as suas dívidas”, sublinhou.

O ex-presidente do CHL recordou que em 2005, quando foi eleito presidente do Conselho de Administração do Hospital de Santo André, antes de ser criado o CHL, formou uma equipa com o objectivo de levar para a região “um hospital de referência no quadro do Serviço Nacional de Saúde”.

“A dimensão que atingimos foi reconhecida. Pela organização e qualidade dos serviços, pelas valências implementadas, pela optimização da relação custo/benefício”, escreveu então, realçando que “foi uma honra liderar e trabalhar com tantos colaboradores que têm vontade de acrescentar valor e prestígio a esta instituição”.

LUSA

2019-06-15

ALVAIÁZERE_MUNICÍPIO PROMOVE CELEBRAÇÕES DO DIA DO CONCELHO

O Município de Alvaiázere está a promover a celebração do Dia do Concelho, oferecendo uma programação ecléctica e diversificada, que assenta num conjunto de atividades culturais mobilizadoras de toda a comunidade Alvaiazerense.

A programação iniciou-se no passado domingo, dia 9 de junho, com a realização do XVII Festival de Música Polifónica de Alvaiázere, que contou com a participação do Coro Carlota Taylor (Espinhal, Penela), com os coros locais Coro Infantil de Alvaiázere e Coral Alva Canto e com o Coral Calçada Romana (Alqueidão da Serra, Porto de Mós), tendo o evento recebido muita adesão, enchendo o auditório da Casa da Cultura.

O dia 12 ficou marcado pela tradicional Noite de Santo António, com o desfile das marchas de cada uma das cinco freguesias do concelho e com o arraial popular.

O dia 13 acolherá a Sessão Comemorativa do Dia do Concelho, em que será homenageado um Alvaiazerense Ilustre. Este ano, a escolha do executivo recaiu sob a figura de José Eduardo Simões Baião, a quem será atribuído, a título póstumo a Medalha Municipal de Mérito. Ainda nesse dia, e na presença do Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, será inaugurada a nova exposição permanente do Museu Municipal, focada no património arqueológico local, constituindo-se mais um ponto de interesse turístico no concelho.

Mas este ano, entre outras actividades, a programação está fortemente marcada pelas iniciativas no âmbito do Festival Literário Internacional do Interior “Palavras de Fogo”, que inclui dramatizações, leituras encenadas, ateliers e painéis literários com autores nacionais, como Mário Zambujal, e estrangeiros, como a escritora sul coreana Eun Heekyung, entre muitos outros.

Tal como no ano passado, a FAFIPA – Feira Agrícola, Florestal, Industrial, Pecuária e de Artesanato, vai realizar-se em Outubro, em simultâneo com o Festival do Chícharo, com data agendada para os dias 11, 12 e 13 de outubro.

2019-06-13

ALVAIÁZERE_81ª VOLTA A PORTUGAL EM BICICLETA VAI PASSAR EM ALVAIÁZERE

A primeira etapa da 81.ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta vai passar no concelho de Alvaiázere.

No dia 1 de agosto, no percurso que liga Miranda do Corvo a Leiria, os corredores entrarão no território Alvaiazerense na zona de Alqueidão, vindos de Arega, dirigindo-se para a sede de Concelho. Subirão ao lugar de Porta e enfrentarão a espetacular descida da Serra de Alvaiázere em direcção a Ansião, passando junto a Almoster.

Célia Marques, Presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere e Agostinho Gomes, Vice-presidente com o pelouro do desporto, estiveram presentes na cerimónia de apresentação e lançamento da Volta a Portugal, prova rainha do calendário velocipédico Português, que contará, também, com uma meta volante em Alvaiázere

A primeira etapa da 81.ª Volta a Portugal em Bicicleta, no próximo dia 1 de Agosto terá a distância de 174,7km, cuja partida será dada em Miranda do Corvo, estando a chegada instalada na cidade de Leiria.

A 81.ª Volta a Portugal Santander decorrerá este ano de 31 de Julho a 11 de Agosto e contará com cerca de 160 ciclistas. A prova desenrolar-se-á em 11 dias de competição, sendo que o dia 31 de Julho ficará reservado para o Prólogo de apresentação das equipas, decorrendo nos dez dias seguintes as etapas de competição.


2019-06-13

FÁTIMA_BOMBEIROS CELEBRAM 16º ANIVERSÁRIO COM BENÇÃO DA PRIMEIRA PEDRA DAS FUTURAS INFRAESTRUTURAS

A 30 de junho os Bombeiros de Fátima celebram o seu 16.º aniversário. A novidade das comemorações deste ano será a bênção da Primeira Pedra das futuras Infraestruturas de Proteção e Socorro. Por este motivo, toda a sessão se realiza no local onde o futuro quartel será construído, com acesso pela estrada da Moita do Martinho a partir da avenida Papa João XXIIII.

O programa, para o qual a Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fátima convida toda a população, benfeitores e amigos, tem
início às 16:30 com a formatura, seguindo-se a receção às entidades e a sessão solene propriamente dita, com
condecorações.

Pelas 17:45 terá lugar a bênção dos veículos da corporação e às 18:15 a bênção da Primeira Pedra das Infraestruturas de Proteção e Socorro. A sessão
comemorativa termina às 18:30 com um lanche oferecido pela Associação Humanitária.


2019-06-13

OURÉM_MUNICÍPIO PREVÊ INVESTIMENTO DE 116 ME ATÉ 2030

O município de Ourém prevê receber um investimento de 116 milhões de euros até 2030 em diferentes áreas para melhorar o concelho e atrair mais negócio e habitantes, disse à agência Lusa o presidente, Luís Albuquerque.

Após a apresentação do Plano Estratégico e Prioridades de Investimento para o período 2020-2030, no âmbito da revisão do Plano Director Municipal (PDM) em curso, Luís Albuquerque (coligação Ourém Sempre PSD/CDS), explicou que os projectos previstos contarão com um investimento total de 116 milhões de euros, dos quais 38 milhões de euros são da responsabilidade do município.

Os restantes investimentos terão contribuição intermunicipal, como o saneamento, de fundos comunitários e eventuais empréstimos bancários.

Assente em oito eixos, o plano estratégico prevê uma maior cobertura de equipamentos e serviços públicos, como o pavilhão
desportivo de Ourém e o Fórum Cultural.

Prioridade será também a “mobilidade suave”, com a expansão do parque ribeirinho, a criação de um parque da cidade em Fátima e a construção de uma ciclovia que irá ligar Ourém e a freguesia de Fátima.

Outra medida prevista será o
“desenvolvimento do potencial turístico, com a possibilidade de existir um parque de campismo e caravanismo”, assim como a
criação de um passadiço na zona da praia fluvial Agroal, que ostenta a bandeira azul.

“Queremos assegurar melhores acessibilidades internas e externas. Prevê-se a ligação do IC9 [Itinerário Complementar 9] à A1 [autoestrada 1], a reabilitação da estrada nacional 356 e das vias que ligam Ourém a Fátima e Leiria a Fátima”, revelou.

Luís Albuquerque adiantou que está prevista a reabilitação da Avenida Papa João XXIII e da variante ao parque de negócios de Fátima.

Com o objectivo de “captar mais empresários, empresas e sectores de negócio” para o concelho, o autarca prevê criar melhores condições nos seus parques de negócio.

Fátima é um dos locais do mundo eleita para o turismo religioso, mas Luís Albuquerque pretende que o concelho ofereça também “turismo cultural e patrimonial”, apostando mais “na parte sul de Ourém”.

Além da requalificação do castelo de Ourém, existem projectos para “requalificar as acessibilidades e melhorar a oferta cultural”.

“Este PDM está numa fase de revisão que tem de estar concluído até Junho de 2020. Vamos ter a possibilidade de garantir mais de 33 mil novas habitações e 99 mil novos habitantes. Ninguém poderá dizer que não há locais para construir. Admito que são números ambiciosos, mas queremos fixar mais gente no nosso território”, salientou.


2019-05-29

OURÉM_CÂMARA MUNICIPAL DE OURÉM DISTINGUIDA COM MENÇÂO HONROSA PELA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES

A Câmara Municipal de Ourém foi recentemente distinguida com a Menção Honrosa "Câmara Municipal" no âmbito do Prémio Bombeiro de Mérito, pela Liga dos Bombeiros Portugueses – Confederação das Associações e Corpos de Bombeiros, após nomeação proposta pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caxarias e que recebeu do júri parecer positivo.

A entrega do galardão, anualmente atribuído por esta confederação e que se destina a distinguir Câmaras Municipais, empresas e cidadãos com ação relevante no apoio aos Corpos de Bombeiros, teve lugar em Leiria, no dia 26 de maio, no decorrer da Cerimónia Comemorativa do Dia do Bombeiro Português.


2019-05-29

OURÉM_CÂMARA MUNICIPAL APROVOU REGULAMENTO DO CARTÃO SOCIAL DO BOMBEIRO VOLUNTÁRIO

O Regulamento do Cartão Social do Bombeiro Voluntário, medida que pretende reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido pelos homens e mulheres que
se colocam ao serviço da comunidade, na defesa de bens e pessoas, foi aprovado na reunião da Câmara Municipal realizada no passado dia 20 de maio.

Após conclusão do processo de consulta pública foi apresentada a versão final do regulamento que será agora submetida a apreciação final pela Assembleia Municipal de Ourém.

As normas associadas ao Cartão Social do Bombeiro Voluntário definem os direitos, deveres e regalias que os elementos que integram de forma voluntária as corporações de bombeiros concelhias poderão usufruir. Serão beneficiários desta medida os bombeiros voluntários do quadro ativo e do quadro de honra, além dos filhos com idade até aos 18 anos ou estudantes até aos 25 anos, que estejam a cargo destes.

O Cartão Social do Bombeiro Voluntário vai proporcionar um conjunto de regalias sociais aos seus beneficiários, nomeadamente:
- Apoio inicial para o encaminhamento jurídico em processos motivados por factos ocorridos no exercício de funções.
- Apoio jurídico, administrativo e psicológico gratuito ao agregado familiar dos Bombeiros do concelho em processos de carácter social, decorrentes da morte do elemento nas suas funções de voluntariado.
- Apoio ao nível da ação social escolar.
- Apoio financeiro para pagamento de propinas escolares para Bombeiros que frequentem o ensino superior.
- Apoio financeiro para pagamento de propinas escolares para os descendentes diretos dos Bombeiros que frequentem o ensino superior.
- Redução de 30 % nas tarifas fixas de consumo de água, saneamento e resíduos, para consumidores domésticos.
- Acesso gratuito a piscinas, Museu, Cineteatro Municipal e outros equipamentos coletivos do Município em atividades desenvolvidas pela Câmara Municipal.
- Redução de 15% das taxas municipais urbanísticas.
- Condições de pagamento iguais às de um funcionário do Município no parque de estacionamento subterrâneo do edifício dos Paços do Concelho.

A criação do Cartão Social do Bombeiro Voluntário enquadra-se nas competências da Câmara Municipal enquanto apoio a atividades de natureza social, cultural, educativa, desportiva e recreativa, podendo conceder em regulamento isenções parciais ou totais relativamente a impostos ou tributos próprios, observando sempre o princípio da igualdade, refere o Município numa nota enviada à imprensa.


2019-05-27

OURÉM_MUNICÍPIO DÁ REGALIAS A BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DP CONCELHO

O Município de Ourém aprovou o regulamento do Cartão Social do Bombeiro Voluntário, medida que irá disponibilizar regalias aos elementos que integram de forma voluntária as corporações do concelho.

Em nota de imprensa, a autarquia liderada por Luís Albuquerque adiantou hoje que o regulamento do Cartão Social do Bombeiro Voluntário foi aprovado na reunião da Câmara Municipal, realizada no dia 20.

A medida “pretende reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido pelos homens e mulheres que se colocam ao serviço da comunidade, na defesa de bens e pessoas”.

Segundo o Município, as normas associadas ao Cartão Social do Bombeiro Voluntário definem os direitos, deveres e regalias que os elementos que integram de forma voluntária as corporações de bombeiros concelhias poderão usufruir.

Serão beneficiários desta medida os bombeiros voluntários do quadro activo e do quadro de honra, além dos filhos com idade até aos 18 anos ou estudantes até aos 25 anos, que estejam a cargo destes.

O Cartão Social do Bombeiro Voluntário vai proporcionar vários benefícios, entre os quais apoio inicial para o encaminhamento jurídico em processos motivados por factos ocorridos no exercício de funções, apoio jurídico, administrativo e psicológico gratuito ao agregado familiar dos bombeiros do concelho em processos de carácter social, decorrentes da morte do elemento nas suas funções de voluntariado, e apoio ao nível da acção social escolar.

O regulamento contempla ainda apoio financeiro para pagamento de propinas escolares para Bombeiros que frequentem o ensino superior, apoio financeiro para pagamento de propinas escolares para os descendentes directos dos bombeiros que frequentem o ensino superior e redução de 30% nas tarifas fixas de consumo de água, saneamento e resíduos, para consumidores domésticos.

Está ainda disponível o acesso gratuito a piscinas, Museu, Cineteatro Municipal e outros equipamentos colectivos do Município em actividades desenvolvidas pela Câmara Municipal, redução de 15% das taxas municipais urbanísticas e condições de pagamento iguais às de um funcionário do Município no parque de estacionamento subterrâneo do edifício da autarquia.

O regulamento vai agora ser sujeito à apreciação da Assembleia Municipal.

2019-05-26

OURÉM_PROPOSTA DE REVISÃO DO PDM APROVADA PARA EFEITOS DE DISCUSSÃO PÚBLICA

A proposta de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) foi aprovada para efeitos de discussão pública, por unanimidade, na Reunião da Câmara de 6 de maio, tendo sido de imediato apresentada pelos técnicos da Divisão de Ordenamento do Território ao Presidente da Assembleia Municipal e respetivos deputados, e aos presidentes de assembleia e das juntas de freguesia do concelho, numa sessão decorrida no Auditório do Edifício-sede do Município de Ourém, nesse mesmo dia.
A proposta de revisão do PDM estabelece pontos fortes e pontos fracos do território, ameaças e oportunidades, definindo a estratégia adotada com vista à sua
conceção, dividindo o concelho de Ourém em sete Unidades Territoriais /UOPG’s, e propondo estratégias de planeamento ajustadas a cada uma delas. A saber:
Fátima (UT1), Ourém (UT2), Serra (UT3); Vale de Transição Atouguia/Vilar dos Prazeres (UT4); Norte Florestal (UT5); Vale do Nabão (UT6); Vale do Lis (UT7).
A proposta define qual o regime de utilização para cada parcela do território municipal, considerando que a promoção de um adequado ordenamento do território
assenta numa dialética entre o solo rústico e o solo urbano.
Sendo o PDM um instrumento fundamental na gestão territorial de natureza
regulamentar, o seu conceito estabelece o regime de uso do solo, através da sua
classificação e qualificação, define a política municipal de solos de ordenamento do território e do urbanismo, a gestão de equipamentos de utilização coletiva, a
relação de interdependência com os municípios vizinhos e rege a integração de orientações estabelecidas pelos programas de âmbito nacional regional e intermunicipal.
Ao concordar com a proposta de revisão do PDM, o Executivo da Câmara Municipal de Ourém deliberou ainda proceder à abertura do período de discussão pública durante 30 dias úteis contados a partir do quinto dia após a data da publicação do respetivo Aviso no Diário da República. O início da discussão será anunciado nos meios de comunicação social e no sítio eletrónico do Município.
A proposta de revisão do PDM de Ourém já está disponível para consulta no sítio eletrónico do Município.

2019-05-09

OURÉM_AGROAL RENOVA BANDEIRA AZUL

A praia fluvial do Agroal vai hastear a Bandeira Azul pelo terceiro ano consecutivo, prova da excelência deste recurso natural, que há muito se tornou num dos principais cartões de visita do concelho de Ourém.

A distinção, atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa, assenta em critérios rigorosos que obedecem a requisitos tão variados quanto Gestão Ambiental e Equipamentos, Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água, Segurança e Serviços, entre outros.

“É uma distinção importante, que nos deixa muito satisfeitos, porque foi preciso trabalhar muito para que a praia fluvial do Agroal cumpra os requisitos obrigatórios para receber a Bandeira Azul”, vincou Luís Miguel Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Ourém, garantindo que o Executivo “está empenhado em dotar aquele espaço lindo e único com condições ainda melhores” para os “milhares de visitantes que recebe” ano após ano. “Temos em curso um projecto para a construção de um passadiço, que além de ser importante para que as pessoas possam usufruir do mesmo, também ajudará a resolver problemas como a questão do estacionamento”, lembrou o edil.

Inserida na União de Freguesias de Freixianda, Ribeira do Fárrio e Formigais, esta praia fluvial é também um hino à natureza e um ponto de encontro entre a biodiversidade das espécies e as águas frias, termais e curativas da sua nascente.

Alvo de obras de melhoramento ao longo dos últimos anos por parte do Município de Ourém, a praia fluvial do Agroal é hoje um dos maiores pólos turísticos da região, acolhendo milhares de visitantes ao longo de todo o ano, com especial incidência nos meses de verão.

Entre as muitas valências ao dispor de quem a visita, destacam-se os espaços verdes com mesas para merendas, os balneários e casas de banho de acesso gratuito, serviço de cafetaria e restauração, parque de estacionamento e policiamento permanente, além de obedecer ao critério de praia com acessibilidade reduzida e contar com um nadador salvador durante a época balnear.


2019-05-06

OURÉM_FUNDAÇÃO DR. AGOSTINHO ALBANO DE ALMEIDA CELEBRA BICENTENÁRIO DO NASCIMENTO DO SEU CRIADOR

O Município de Ourém e a Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida vão assinar um protocolo de cooperação, com vista às celebrações do bicentenário do nascimento de uma das personalidades mais
prestigiadas do nosso concelho.

A proposta da Divisão de Ação Cultural foi votada favoravelmente pelo Executivo, na Reunião da Câmara do passado dia 28 de abril, sendo que o protocolo de cooperação será assinado no próximo dia 18 de maio, no âmbito das celebrações do Dia Internacional dos Museus.

Reputado oureense, Agostinho Albano de Almeida foi, entre outros méritos dignos de registo, o grande responsável pela criação da unidade hospitalar de Ourém, que viria a ser conhecida como Hospital de Santo Agostinho, tendo servido a população do concelho entre 1891 e 1992.

Agostinho Albano de Almeida nasceu a 27 de outubro de 1819, em Aldeia da Cruz, a povoação que daria origem à cidade de Ourém. Batizada com o nome do seu criador, a Fundação foi criada em 1891 por legado testamentário do próprio.

Mais de um século depois da sua criação, a Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida é hoje uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), estendendo a sua ação à área da prestação de serviços no âmbito da proteção de cidadãos na velhice e invalidez, da proteção e apoio a crianças e jovens, da promoção da integração comunitária e da educação e formação dos cidadãos, numa perspetiva de melhoria contínua da sua organização e funcionamento.


2019-05-06

FÁTIMA_SANTUÁRIO LANÇA NOVO GUIA DO PEREGRINO

O Santuário de Fátima anunciou hoje que já está disponível nas livrarias o novo Guia do Peregrino de Fátima, que reúne um conjunto de informações e subsídios para uma melhor experiência da peregrinação à Cova da Iria.
“Mais do que um guia, pretende-se com esta edição ajudar a viver o caminho de fé que Nossa Senhora comunicou aos Pastorinhos, através dos acontecimentos, figuras, lugares, teologia e espiritualidade sentida no Santuário de Fátima”, refere a sinopse do novo Guia do Peregrino de Fátima, citado numa nota de imprensa do Santuário.

O livro, disponível “nas principais livrarias do país” e no site do Santuário, tem cerca de 200 páginas e “reúne contributos para melhor conhecer o acontecimento e a mensagem de Fátima, preparar uma peregrinação e percorrer os espaços do Santuário, com a ajuda de mapas e infografias”.


A obra reúne ainda “propostas de itinerários, meditação, oração e celebração”, que são “acompanhadas de textos bíblicos, escritos de Lúcia e reflexões, para que o peregrino disponha de uma vasta possibilidade de escolha para elaborar um caminho personalizado”.

O primeiro capítulo abre com uma reflexão do reitor do Santuário, padre Carlos Cabecinhas, sobre a “experiência da peregrinação”, “apresenta o caminho de santidade dos videntes”, “dá a conhecer a mensagem de Fátima, através de palavras-chave” e “recorda, em breves descrições, as aparições”.

Os dois capítulos seguintes referem a “preparação espiritual e logística de uma peregrinação” e “diferentes itinerários meditativos, apresentando os lugares das aparições, os locais de culto e oração e os espaços de cultura, de formação e de pastoral”.

O quarto capítulo é dedicado à oração e celebração no Santuário, com subsídios para a recitação dos diferentes mistérios do Rosário e propostas para diferentes momentos celebrativos, como a Via-Sacra, Adoração e oração de penitência.

O novo Guia do Peregrino é uma edição do Santuário de Fátima, com distribuição da Paulus Editora.


2019-05-06

ALVAIÁZERE_INCUBADORA DE NEGÓCIOS ALVAIÁZERE+ PROMOVE PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS

A incubadora de negócios “Alvaiázere +” promove um programa de aceleração de negócios com duração de dois fins-de-semana, que começa a 25 de Maio, contribuindo assim na ajuda aos empreendedores a desenvolver os seus projectos empresariais.

O programa de aceleração é constituído por dois bootcamps, que terminam com a apresentação dos projectos, com o primeiro bootcamp a decorrer nos dias 25 e 26 de Maio e o segundo nos dias 21 e 22 de Junho.

Numa nota de imprensa é refreido que o programa tem como objectivo apoiar todos os negócios, através de uma ampla rede de parceiros, mentores, especialistas e sessões de formação intensiva em várias temáticas úteis no desenvolvimento e apresentação de um negócio”,informando ainda que já estão abertas as candidaturas.

2019-05-06

OURÉM_AMO QUER HOMENAGEAR AUTARCAS

A Mesa da Assembleia Municipal de Ourém pretende levar a efeito uma cerimónia de homenagem aos autarcas oureenses que ao longo de 43 anos de Poder Local foram eleitos e exerceram o mandato no Município de Ourém. O anúncio foi feito pelo presidente da AMO, João Moura, no decorrer da última sessão da Assembleia Municipal, a 25 de abril.

Para o presidente da AMO, “com este ato, queremos honrar e valorizar publicamente a dedicação e trabalho de todos os membros da Assembleia Municipal, Presidentes de Junta e Presidentes de Câmara desde as primeiras eleições realizadas a 12 de dezembro de 1976, sendo que parte destas homenagens serão realizadas a título póstumo.”, citámos.

A data prevista para a realização desta cerimónia é o dia 28 de setembro, assinalando assim um ano da inauguração do Monumento aos Eleitos Locais, localizado e frente ao Edifício dos Paços do Concelho.

Nesta fase estão a ser recolhidos os nomes de todos os autarcas do concelho, contando a AMO com a colaboração da Câmara Municipal e das Juntas de Freguesia, que se associaram a esta iniciativa desde a primeira hora.


2019-05-06

ALVAIÁZERE_DESPISTE DE MOTO VITIMOU HOMEM DE 29 ANOS

Um homem de 29 anos morreu esta tarde no centro da vila de Alvaiázere na sequência do despiste da moto que conduzia, disse fonte dos bombeiros.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria, o despiste do veículo de duas rodas “em frente ao tribunal” local e “provocou uma vítima mortal”.

Já fonte da GNR de Leiria precisou que o condutor do motociclo “se despistou sozinho”, vindo a morrer na sequência do acidente.

O alerta para o acidente foi dado às 17h19 e no local estiveram meios dos bombeiros de Alvaiázere, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e GNR, com oito operacionais e quatro viaturas.

2019-04-21

OURÉM_MUNICÍPIO APROVA CONTAS DE 2018 POR UNANIMIDADE

A Câmara Municipal de Ourém aprovou as contas de 2018 por unanimidade, com um saldo positivo de 712 mil euros, informou a autarquia liderada por Luís Albuquerque (coligação PSD/CDS Ourém Sempre).

Em nota de imprensa, o Município de Ourém, no distrito de Santarém, adianta que foi aprovado o relatório de gestão e prestação de contas, votado por unanimidade, na reunião de segunda-feira, apresentando um resultado líquido positivo de cerca de 712 mil euros.

Este saldo “contrasta com os resultados apresentados nos últimos 12 anos, em que o mesmo foi consecutivamente negativo e que contribuiu para a deterioração dos capitais próprios do Município em cerca de 36 milhões de euros”, refere a autarquia.

Segundo a nota do presidente, o resultado do exercício de 2018 é “histórico” e “terá repercussões no investimento previsto a realizar no concelho nos próximos meses”.

O documento refere um grau de execução da receita na óptica das cobranças líquidas de 89,8%, superando a meta dos 85%. Excluindo os efeitos extraordinários das vendas de bens de investimento, de passivos financeiros e do saldo de gerência anterior, as receitas líquidas reflectem um aumento de 4,4% face ao ano anterior.

Relativamente às despesas, registou-se uma diminuição de 10,3%, o que representa um decréscimo de 3,5 milhões de euros, embora se tenha verificado um aumento das despesas com o pessoal, em 1,7 milhões de euros, decorrentes do processo de internalização da empresa Ourém Viva.

De acordo com a nota do presidente, a autarquia teve um resultado corrente positivo em 9,7 milhões de euros e resultado orçamental positivo em cerca de 6,9 milhões de euros.

Não há pagamentos em atraso e o prazo médio de pagamentos situa-se em 19 dias, quando em 2017 era de 25 dias.

Foi proposta ainda “uma revisão orçamental em alta, que prevê um reforço de um milhão de euros, passando o orçamento municipal para 43,96 milhões de euros”.

“É proposto que deste valor sejam alocados 385 mil euros na aquisição das quotas dos sócios da Fatiparques e no pagamento das dívidas existentes na empresa, para que possamos, de uma vez por todas, resolver mais este gravíssimo problema, que herdámos e que agora está perto de ser resolvido”, salientou o autarca na nota.



2019-04-19

OURÉM_CÂMARA APROVA PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO COM A ACISO

Foi aprovado, na Reunião de Câmara de 15 de abril, o protocolo de Colaboração entre o Município de Ourém e a ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima “Promoção do Turismo Religioso em 2019 e 2020”.
O documento agora aprovado comtempla um apoio financeiro até ao montante de 95 mil euros, a disponibilizar em 3 fases, com vista à execução de uma parceria ativa para a promoção e desenvolvimento económico no concelho de Ourém e à consolidação da marca Fátima.
O montante em causa visa financiar os encargos decorrentes de diversas ações de promoção no âmbito da dinamização da marca Fátima, no contexto religioso, onde se destaca a realização do Workshop Internacional de Turismo Religioso.

2019-04-16

OURÉM_EXECUTIVO MUNICIPAL FEZ LEVANTAMENTO DO NÚMERO DE TURMAS NECESSÁRIAS PARA AS ESCOLAS DE FÁTIMA 2019/2020

O Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque comunicou à Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, o número de turmas necessárias de forma a garantir que o ano letivo 2019/2020 decorre com normalidade no território educativo de
Fátima.

Este levantamento sobre as reais necessidades educativas de Fátima, prende-se com as dificuldades que os alunos desta Freguesia tiveram em conseguir colocação, no ano letivo de 2018/2019, nos
estabelecimentos de ensino com os quais o Estado mantém contratos de associação.

Desta forma, este trabalho de antecipação identificou como necessrias para o ano letivo de 2019/2020, 8 turmas do 5.º ano (+1), 8 turmas do 7.º ano (+2) e 6 turmas do 10.º ano (+1)

Com esta comunicação, o Executivo Municipal fica a aguardar o agendamento de uma reunião com a Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão.

2019-04-16

LEIRIA_CENTRO HOSPITALAR CRIA UNIDADE DE SAÚDE MENTAL COMUNITÁRIA

O Centro Hospitalar de Leiria anunciou hoje a criação da Unidade de Saúde Mental Comunitária do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental, na sequência das actividades já desenvolvidas em colaboração com os cuidados primários.

“O PsiCom é um programa de apoio orientado para as necessidades do doente de psiquiatria e saúde mental, ao favorecer o retorno a uma vida o mais normal possível, longe do internamento hospitalar, e ‘fugir’ do modelo hospitalocêntrico e rumar a uma abordagem voltada para os recursos comunitários”, explicou o director do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do CHL, Cláudio Laureano, citado numa nota de imprensa.

Segundo o psiquiatra, durante o ano 2018 foram realizadas 53 consultas de intervenção em crise na comunidade de doentes graves, 114 consultas domiciliárias multidisciplinares e consultadoria psiquiátrica com os Agrupamentos dos Centros de Saúde Oeste Norte e Pinhal Litoral.

Realizaram-se ainda “reuniões todos os meses nos Centros de Saúde de Alcobaça, Pombal, Arnaldo Sampaio e Gorjão Henriques”, em Leiria, “para discussão de mais de 110 situações clínicas complexas”, acrescentou o especialista.

O próximo passo é avançar com reuniões de consultadoria com os cuidados de saúde primários às unidades locais da Marinha Grande, Batalha, Porto de Mós e Nazaré.

“A nova unidade integra uma das mais prementes áreas da saúde mental, que é a da psiquiatria comunitária, e pretende desenvolver, melhorar e optimizar os cuidados prestados na área da saúde mental aos utentes adultos da área de influência do CHL, com especial incidência sobre a população com doença mental grave”, precisou a vogal do Conselho de Administração do CHL, Alexandra Borges, citada no mesmo comunicado.

O PsiCom prevê diversas áreas de intervenção, nomeadamente funcionando “como programa de acompanhamento por terapeuta de referência” e apoio domiciliário.

As actividades são realizadas através do agendamento de cuidados clínicos a ocorrer no hospital, centro de saúde, domicílio ou em outras estruturas comunitárias e através da realização de contactos telefónicos periódicos e frequentes entre o terapeuta de referência e os doentes/família dos cuidados de saúde primários.

A intervenção em crise também está contemplada, prevenindo “uma maior deterioração de um episódio agudo de doença” e “evitando idas ao Serviço de Urgência e internamentos, ou promovendo o acesso o mais precoce possível aos cuidados de saúde hospitalares, se necessário”.

A consultadoria psiquiátrica com os cuidados de saúde primários fomenta a articulação entre as estruturas parceiras e evita a utilização inadequada dos serviços de saúde, nomeadamente evitando-se episódios frequentes de urgência e encaminhamentos à consulta externa por
motivos passíveis de orientação a nível comunitário.

LUSA

2019-04-16