Boa noite. 5:19 em Portugal.





ENOURÉM 2016 O TEATRO ESTÁ DE VOLTA A OURÉM

Durante os meses de abril e maio, decorrerá, no Cineteatro Municipal de Ourém, o CenOurém - XVIII Festival de Teatro Amador, com a participação de várias associações e escolas pertencentes ao concelho de Ourém.
A 12 e 13 de maio, "Morte no Solar da Azinheira - a peça que corre mal" é apresentada pelo grupo de teatro do Clube de Cultura e Artes da Biblioteca da Escola Secundária de Ourém.
De seguida, a 19 e 20 de maio, é a vez do grupo de teatro “Sem nome” da EB2,3 D. Afonso, IV Conde de Ourém, entrar em cena com “Doidos varridos”.
E, por fim, a fechar o Festival, a 27 de maio, está o Grupo de Teatro APOLLO, do Centro Cultural e Recreativo de Peras Ruivas, com a encenação de “Passarolos & Companhia”.
Os espetáculos iniciam-se pelas 21h30 e a entrada tem o custo de 2,5€, que reverterão a favor dos grupos de teatro das respetivas Associações e Escolas.
O CenOurém 2016 conta com o apoio do Município de Ourém e da empresa municipal OurémViva.





SARDOAL_ESPOSIÇÃO DE ARTE SACRA NO CENTRO CULTURAL

“Rostos de Misericórdia” é a designação da exposição que vai estar patente na Galeria do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, até 15 de maio. Inserida na programação complementar da Semana Santa, a mostra de Arte Sacra é composta por oito peças de escultura, uma peça de ourivesaria e quatro pinturas a óleo. Uma Custódia em prata dourada, um Calvário, com a imagem de Cristo Crucificado, de São João Evangelista e da Senhora das Dores, e as esculturas do Senhor da Paciência e do Senhor Morto são algumas das peças de grande beleza expostos em “Rostos de Misericórdia”.




ALVAIÁZERE_MUSEU NA FREGUESIA EXPOSIÇÃO ITINERANTE

Dando cumprimento ao seu plano de atividades o Museu Municipal de Alvaiázere organizou uma exposição itinerante que vai estar patente ao público em todas as sedes das Juntas de Freguesia do Concelho de Alvaiázere.
A exposição vai estar agora na freguesia de Pelá até final de Junho.
A mostra «Alvaiázere, marcas da indústria artesanal no território» reúne um conjunto de 20 fotografias alusivas ao património pré-industrial do concelho de Alvaiázere.
Se hoje, a agricultura ainda tem uma forte expressão no território, a produção de azeite e de vinho são atividades que marcam positivamente a economia da região.
Outrora, a produção de linho, de cal, a moagem de cereais, entre outros ofícios tradicionais animaram a vida das aldeias locais. São as memórias, ainda preservadas oralmente, e algumas tradições que se vão mantendo a par dos edifícios/objetos materiais, que nos permitem manter viva a identidade cultural desta comunidade.




MARINHA GRANDE_FLORES É A EXPOSIÇÃO NO MUSEU JOAQUIM CORREIA

Flores” é o título da exposição de pintura e desenho da autoria do mestre Joaquim Correia, que está patente no Museu Joaquim Correia, situado no Largo 5 de Outubro, na Marinha Grande, até 4 de junho.

A mostra foi inaugurada no passado dia 9 de abril, tendo contado com a presença do presidente da Câmara, Paulo Vicente, da vereadora da cultura, Cidália Ferreira, do curador da exposição, João Francisco Correia Fialho, entre outros representantes de entidades locais e familiares e amigos do artista. O evento foi ainda assinalado com a atuação da Orquestra Juvenil da Marinha Grande.
A exposição “Flores” apresenta 23 obras inéditas do mestre Joaquim Correia, sob a forma de pintura, gravação, modelação e multimédia, com recurso a aguarela, óleo, linóleo, carvão, vidro e terracota.
É organizada no âmbito das iniciativas que a Câmara Municipal tem promovido para assinalar a chegada da Primavera, nomeadamente a Festa da Primavera que decorreu durante as férias da Páscoa.
A exposição pode ser visitada até 4 de junho, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 12h30 e das 13h30 às 17h00.






OURÉM_A PINTORA TOMARENSE ENGRÁCIA CARDOSO EXPÕE NA GALERIA MEDIEVAL

Até 29 de maio a pintora tomarense Engrácia Cardoso expõe algumas das suas obras na galeria da vila medieval de Ourém.
A exposição de desenho e pintura “De um lado para o outro” pode ser visitada de terça-feira a domingo das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.
Engrácia Cardoso nasceu em Tomar em 1976. Vive e trabalha em Lisboa. Licenciada em Artes Plásticas (desenho) pela Escola Superior Artística do Porto.
Vencedora/ Bolsa Prémio Viagem Henrique Silva, Bienal de Cerveira em 2008/2009. Vencedora/VIII Grande Prémio de Pintura Fidelidade Mundial, 2004 2004.